Bate papo com as autoras de “Meu nome é Maria”

Bate papo com as autoras de “Meu nome é Maria”

Raquel Coelho e Elis Cristina Souza são autoras do livro “Meu nome é Maria”.

Raquel é Mentora de Alta Performance /Terapeuta Sistêmica e dedica-se a atendimentos individuais, grupos de mentoras e constelações familiares e organizacionais.

Elis Souza é servidora pública, graduanda em psicologia, pós graduanda em políticas públicas social e mestranda em psicologia. Desenvolve  boa parte do seu  trabalho com com MULHERES vítimas de violência doméstica.

As duas profissionais se uniram para abordar uma temática muito necessária a ser discutida em nossa sociedade: A VIOLÊNCIA DOMÉSTICA.

O livro é formado a partir de histórias reais de mulheres lindas, fortes, guerreiras e que com toda certeza tem muito para contar. “Meu nome é Maria “ vale muito a pena ser lido.  E você poderá concorrer a este livro em nosso super sorteio. Fique atento ao nosso instagram @fanzinirevista.

Elis Cristina e Raquel Coelho.Autoras do livro “Meu nome é Maria.”

Em comemoração ao Dia Internacional do leitor, vamos conhecer hoje um pouco do que as autoras pensam sobre a leitura. Confira abaixo:

Como e onde encontrar o livro?

Através dos perfis das autoras no instagram, pelo WhatsApp: 31-996249112 e ainda na loja física Av. Professor Maurilio de Jesus Peixoto, 1390( Orla da Lagoa Boa Vista), em Sete Lagoas.

Cite 2 motivos para criar o hábito da leitura:

“Nosso pensamento define nossa vida e pra pensar diferente preciso informações diferentes, ler é uma super forma de ver o mundo diferente.  Ler nos leva pra um campo importante no nosso cérebro que e da imaginação, e concretizar depois é mais simples e rápido, com certeza.” Raquel Coelho

Comente um pouco como foi o seu despertar para a escrita. Em qual momento você passou a se intitular escritora?

“Acho que nunca deixei de ver como um hobby, o meu momento de entrega das minhas ideias e sentimentos ali na minha frente de alguma forma materializada. Pra mim a escrita sempre será um prazer. Quando a Elis me convidou pra participar do livro com minhas percepções sistêmicas olhei pra possibilidade de mostrar algo a mais pra pessoas diante do assunto do livro, desde meu coração como sempre foi o movimento de escrever pra mim.” Raquel Coelho

Qual é o papel das redes sociais para o seu trabalho como escritora? Como é a sua interação com seus leitores na Internet?

“Super importante, as pessoas saberem, conhecerem, e se interessarem pelo livro por exemplo, preciso todos os dias estar apresentando a elas a importância do que escrevemos. Interajo sempre, nunca deixo de dar um retorno e movimentas minhas redes sociais.” Raquel

Quais são seus projetos futuros?

“Tenho um livro em andamento sobre minha história. Quero entregar esse presente a vida… a minha vida, em breve.” Explica Raquel.

Deixe o seu recado para os nossos leitores:

“Iniciei meu habito de leitura os 7 anos de idade (revistinhas da turma da Mônica) e essa talvez sempre minha grande alegria de vida. Ter gravado as histórias, as brincadeiras da turma nas minhas células refletem até hoje em tudo que faço. Ler já me levou pro Egito e Grécia que são meus sonhos de consumo. Já me mostrou realidades diferentes da minha, mas que de alguma forma complementaram quem sou hoje. LER é magico, incrível. LER ê viver!!!”Raquel Coelho

BATE BOLA Com a Elis Souza

O livro que estou lendo: SUBLIMINAR, como o inconsciente influência nossas vidas, de Leonard Mlodinow

O livro que mudou a minha vida: Psicopatologia e semiologia dos transtornos mentais

O livro que eu gostaria de ter escrito: A coragem de ser imperfeito de Brené Brown ..

O último livro que me fez chorar: Depois daquela viagem, de Valéria Piassa Polizzi. Uma adolescente que aos 16 anos contraiu aids

O último livro que me fez rir: O santinho,  Luiz Fernando Verissimo.

O livro que eu não consegui terminar: vários rs. Que lembro  O ciclo da Autosabotagem de Stanley Rosner e Patrícia Bermes . Vou terminar em breve

O livro que eu dou de presente: Anticancer de David  Servan, livro fantástico

O primeiro livro que li (de que se lembre): Quem mexeu no meu queijo de Spencer Johnson, não entendi muito na época,  tive que ler depois

Acompanhe os trabalhos pelas redes sociais:

Instagram: elis.psicologia

Facebook Elis Cristina

Instagram @raquelcoelho.constelacao

Facebook : Raquel Coelho -Mentoring

Categories: Literatura, Sete Lagoas

Sobre o autor

COMENTÁRIOS