O que são óleos essenciais ?

O que são óleos essenciais ?

Geralmente, quando um nutriente é essencial, significa que seu corpo não pode fazê-lo. Você obtém aminoácidos essenciais e minerais essenciais de alimentos ou suplementos e até ácidos graxos essenciais, como o DHA, dos peixes. Os óleos essenciais das plantas não são realmente essenciais para o seu corpo, embora o nome seja confundidamente semelhante.

Aqui, a palavra ”essencial”  refere-se à essência da planta : os odorantes, os aromas, os volativos – as moléculas que você detecta como perfume.

Um questão fundamental é um dos sentidos mais primordiais e primitivos  é o olfato, faz sentido que essas moléculas possam ter um impacto no cérebro ou no corpo. Acontece que eles fazem, pelo menos uma parte do tempo. Se você lêu o livro Head Strong do Dave Aspray,  como eu, sabe que todos os seus sentidos são mediados por suas mitocôndrias elas sim são o segredo para ser um super-humano. Suas mitocôndrias usam todos os seus sentidos para decidir como seu corpo reagirá ao mundo ao seu redor.

COMO FUNCIONAM OS ÓLEOS ESSENCIAIS?

Mesmo confiando muito na visão e na audição, você pode bloquear facilmente esses sentidos fechando os olhos ou tapando os ouvidos. É impossível desativar o olfato, a menos que você encontre uma alternativa à respiração. É a natureza dizendo para você estar ciente dos produtos químicos ao seu redor. Como nosso grupo de sentidos mais antigo, é a  quimiossensibilidade ( cheiro, paladar e tato / calor )  é o primeiro tipo de comunicação que temos.

As plantas produzem óleos voláteis para se comunicar com o mundo ao seu redor também.Os óleos essenciais das plantas atraem polinizadores enviando convites aromáticos específicos da espécie ao vento.

As plantas também fornecem mecanismos de defesa que resistem a doenças e impedem que insetos e herbívoros os comam ou danifiquem. Isso inclui o envio de aromas que alteram a frequência cardíaca, causam confusão, mexem com hormônios ou atraem os predadores do herbívoro.

Um profissional qualificado o ajudará a aproveitar esses efeitos sutis em sua vantagem própria… Mas despejar uma garrafa no seu pescoço pode não ter os mesmos efeitos, então tome cuidado! Seja um Biohacker, teste veja, verifique entenda seus paramêtros!

OS COMPOSTOS ATIVOS DOS ÓLEOS ESSENCIAIS

Ao falar sobre os compostos ativos dos óleos essenciais, você ouve sobre o pineno nos pinheiros ou o limoneno nos limões.

Os óleos essenciais contêm uma enorme quantidade de terpenos, também conhecidos como hidrocarbonetos, encontrados predominantemente nas plantas.

Embora muitos compostos vegetais tenham efeitos, os terpenos são responsáveis ​​pela grande maioria dos constituintes do óleo essencial e pelas ações médicas.

Pesquisas mostram que terpenos específicos protegem o DNA, retardam o crescimento de tumores, diminuem o colesterol LDL, reduzem a pressão sanguínea e matam germes.

Então, talvez algumas dessas reivindicações de grande som tenham mérito.Mas o diabo está nos detalhes.

COMO SÃO FEITOS OS ÓLEOS ESSENCIAIS?

O método de extração é importante ao escolher um óleo essencial , principalmente se for usado para fins terapêuticos, então vamos fazer um rápido resumo das melhores maneiras de isolar os compostos bioativos das plantas:

COMO OS ÓLEOS ESSENCIAIS SÃO USADOS?

Os óleos essenciais aparecem em blogs e mídias sociais em receitas de batons caseiros, desodorante de bricolage, produtos de limpeza não tóxicos e misturas de difusores para refrescar o ar.

INALAÇÃO

Geralmente, você inala óleos essenciais por exposição. Por exemplo, você detecta odores distintos ao caminhar por pinheiros ou cheirar flores. Os difusores especializados de óleo essencial dispersam uma névoa de óleos essenciais para inalação. Menos comumente, um médico aconselha que você” inale” óleos essenciais  sentindo diretamente no nariz ou com um inalador ou cotonete especialmente projetado. Esses inaladores são pré-carregados com óleo essencial diluído, o que facilita o uso. 

É uma má idéia aspirar aleatoriamente os óleos essenciais sem saber o que está fazendo. Alguns óleos são fortes o suficiente para causar danos a sua cavidade nasal, a menos que você os dilua primeiro.

Os cientistas rastrearam compostos ao longo de uma via direta entre o nariz e o cérebro, que ultrapassa a corrente sanguínea e até a barreira hematoencefálica, tornando a inalação um método de entrega rápido e direcionado. 

INGESTÃO

Você ingere óleos essenciais encapsulando com um óleo transportador (mais sobre transportadores, chegando) ou bebendo algumas gotas misturadas com água.

Consulte um médico qualificado antes de ingerir óleos essenciais. Alguns eliminam a flora intestinal amigável em contato (como orégano, cravo, tomilho), e outros queimam como luar no porão (como orégano, capim-limão). Saiba com o que você está trabalhando.

TRANSDÉRMICA

Diluído em um óleo transportador ou transformado em bálsamos e pomadas, aplique topicamente óleos essenciais em sua pele. A diluição é complicada, então vamos detalhar isso. O Doutor em Medicina Oriental, que trabalha no evento 40 anos de Zen, e com o Dr. Barry Morguelon, cirurgião da UCLA e grão-mestre de uma antiga tradição chinesa em medicina energética que escreveu a meditação no livro de Dave Asprey(o Pai do Biohacking nos EUA) Head Strong,  onde você coloca os óleos essenciais também importam.

Essa é uma grande razão pela qual não encontrei efeitos quando os usei pela primeira vez. Uma gota de óleo no meridiano da acupuntura no pé fará algo diferente do que uma gota de óleo na testa.

COMO DILUIR OS ÓLEOS ESSENCIAIS

Raramente, e somente sob a orientação de um profissional qualificado, os óleos essenciais são usados  na forma​​”puro”, com força total. 

A sensibilização (alergia) se desenvolve ao usar óleos com a química mais suave. Por uma questão prática, os óleos essenciais são caros em uma única dose ou baratos e eficazes quando adequadamente diluídos. Algumas empresas começaram a promover o uso de óleo com dose única, mas isso ocorre principalmente porque faz com que você use mais  óleo, saindo muito mais caro. .

CONCENTRAÇÃO

Como orientação geral, a maioria dos adultos se dá bem com óleos essenciais leves diluídos em 2-2,5%. Portanto, para cada 5 ml (1tsp) de aplicação, duas gotas de óleo essencial entram em 98 gotas de óleo transportador. Ao diluir, não assuma que o óleo essencial de uma planta comum é seguro. A canela, embora segura na forma de especiarias, polvilhada no café à prova de balas, contém cinamaldeído, que causa alergia à canela, irritação na pele e até queimaduras químicas de segundo grau. 

Procure a orientação de um profissional qualificado ou usuário especialista ao decidir sobre a concentração, especialmente com óleos mais potentes.

OS ÓLEOS ESSENCIAIS FUNCIONAM?

A resposta rápida e  bem suja é, assim como os produtos farmacêuticos depende de muitos aspectos que não conseguiria abordar nesse post no blog. Alguns óleos essenciais funcionam bem para algumas coisas; outros funcionam bem para outras coisas. Alguns cheiram bem e param por aí. As pesquisas dizem alguns sobre os efeitos dos óleos essenciais.

Tiago Pereira é Mineiro, Educador Físico de formação, Startupeiro, Treinador de pessoas e apaixonado por inovação no bem-estar. Agitador do ecossistema biotech e pioneiro no conceito Biohacking no Brasil.Especialista em bem-estar exponencial.

Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable in /var/zpanel/hostdata/zadmin/public_html/metropolionline_com_br/wp-content/themes/novomag-theme/includes/single/post-tags.php on line 4

Sobre o autor

COMENTÁRIOS