Leone tem contas aprovadas

Leone tem contas aprovadas

Os vereadores decidiram, por unanimidade, que as contas do prefeito Leone Maciel (PMDB) referentes ao ano de 2006 estão corretas, pois foram aplicados pouco mais de 25% em Educação – o mínimo estabelecido na Constituição Federal de 1988 – e, assim, derrubaram parecer contrário do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais. O TCE-MG era pela rejeição das contas.

O vereador pastor Alcides Longo de Barros, que presidiu os trabalhos da Comissão Temporária – as comissões permanentes ainda serão compostas assim que o recesso parlamentar terminar – constatou que o então prefeito aplicou mais de 25% da receita em Educação. Em valores absolutos, mais de R$ 30 milhões.

“No parecer, o próprio TCE reconhece que Leone Maciel repassou além dos 25%”, afirma o vereador pastor Alcides Longo de Barros. Com a assessoria técnica e contábil da Escal e também da Procuradoria Geral do Legislativo, o parlamentar disse que a Comissão se sentiu tranquila para emitir parecer favorável às contas de Leone Maciel, relativas ao período de 8 de abril a 31 de dezembro de 2006.

Em votação nominal, todos os vereadores presentes aprovaram as contas. Foram 15 votos a favor e nenhum contrário.

 

Da Redação, por Caio Pacheco

Sobre o autor

Responder ao comentário

Seu endereço de email não será publicado.
Os campos obrigatórios estão marcados*