buscar
sexta-feira, 11 de setembro de 2009 - 11h45 - da Redação

Iveco da início à entrada do CityClass no segmento de ônibus


Alterar tamanho da fonte  Aumentar tamanho da fonte Diminuir tamanho da fonte Redefinir tamanho da fonte

A Iveco retorna ao segmento de micro-ônibus com o lançamento do novo CityClass, agora construído sobre o chassi do Daily 70C16, de sete toneladas de PBT, e disponível na rede de concessionárias da marca. O modelo era antes apenas oferecido em licitações, modalidade em que obteve enorme sucesso: dois mil deles foram contemplados em programas de transporte escolar do governo do Paraná e no Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O bom resultado deste veículo na aplicação escolar, em que a aprovação dos usuários é muito grande, sinaliza o potencial de sucesso também no mercado de varejo.

Novo CityClass - Foto: Iveco/Rede Comunicação.

Novo CityClass - Foto: Iveco/Rede Comunicação.

Com ele, a Iveco também inicia uma nova estratégia que levará a empresa a disputar o mercado brasileiro de ônibus. Novos modelos em diferentes segmentos são esperados já a partir de 2010. “A Iveco tem a missão de ser uma montadora de veículos comerciais full-range e isso significa disputar também o mercado de passageiros”, informa Marco Mazzu, presidente da Iveco Latin America. “A Iveco é a maior produtora de ônibus na Europa e não poderia ficar de fora do segmento no Brasil, um dos maiores do mundo em volume”.

A estratégia de aceleração da marca Iveco no Brasil passa pela introdução de duas novas famílias de produtos por ano. “Começamos em 2007 com os novos Daily e Stralis. Em 2008, trouxemos os novos Tector e Trakker. Em 2009, estamos renovando o CityClass e teremos ainda dois novos lançamentos”, indica Mazzu. “Estamos estudando este mercado com muito carinho e já temos algumas centenas de ônibus em testes no Brasil e em outros países da América Latina”.

O encarroçamento é de responsabilidade exclusiva da Neobus, de Caxias do Sul (RS). O modelo estreou em janeiro de 2009 com a versão Escolar, em várias configurações, sendo a maior delas com capacidade para 27 lugares mais motorista.

Inicialmente programada apenas para licitações, essa versão soma até agora mais de 2.000 unidades encomendas, 953 das quais pelo governo do Paraná e outras 1.100 previstas dentro do Fundo Nacionais de Desenvolvimento da Educação (FNDE), pertencente ao Ministério da Educação. Cerca de 500 unidades deste total já foram entregues.

“O modelo poderá agora ser encomendado por qualquer consumidor junto à rede Iveco”, informa Marcello Motta, gerente de plataforma de veículos leves e passageiros da Iveco. “Ele atende diversas aplicações de transporte de passageiros, como por exemplo, ônibus escolares, turismo, fretamento, traslados e serviços de charter”.

Melhor Powertrain da categoria

Na atualização do CityClass, a Iveco utilizou o chassi Scudato 70C16, baseado no Daily 70C16 lançado em junho de 2008. Ele traz o motor F1C, de 3 litros com injeção eletrônica tipo common-rail, 4 cilindros em linha e 16 válvulas com comando duplo no cabeçote. É o motor mais moderno, mais potente e mais silencioso da categoria.

“Com 155 cavalos ele tem 15 cv a mais do que o principal concorrente, além da vantagem adicional de que o CityClass tem faixa de utilização ideal de torque mais ampla, entre 1.700 a 2.600 rpm, ou seja, 900 rpm contra apenas 400 rpm do modelo concorrente”, enumera Motta. ”As curvas maiores de desempenho unem a agilidade com baixo consumo de combustível, pois o novo propulsor é 10% mais econômico do que o anterior. No conjunto, o CityClass oferece a melhor dirigibilidade entre os micro-ônibus”, completa.

Parte do conforto vem do câmbio Eaton 4405 B – de cinco marchas sincronizadas, sendo a última “over-drive”. Essa caixa oferece facilidade e suavidade durante as trocas de marchas, garantindo maior conforto ao profissional que passa muitas horas na direção e dependendo da região, transitando por ruas ou estradas pouco conservadas. Os freios são a disco e nas quatro rodas.

A sensação de bem-estar é também sentida pelos passageiros. Além do motor mais silencioso da categoria, o micro-ônibus Iveco oferece suavidade no rodar. “A produção que resultou neste novo chassi Scudato, base do novo CityClass, vem sendo trabalhada no Centro de Desenvolvimento de Produto da Iveco em Sete Lagoas (MG) desde o lançamento do Daily 70C16 e o resultado surpreende”, diz o gerente. “A suspensão, por exemplo, mesmo sendo mais vigorosa garante grande absorção de impactos e transfere conforto aos ocupantes”, salienta Motta.

O novo micro-ônibus da Iveco ainda se destaca pela robustez (com 7 toneladas de PBT contra 6 toneladas de PBT do modelo anterior). O principal concorrente não passa de 6,1 toneladas. Na hora de encarar desafios mais sérios, ele também leva vantagem pela robustez do chassi Iveco, que faz do CityClass o mais apto a trafegar por estradas de terra, terrenos acidentados ou ambientes rurais.

Conforto, dirigiblidade e segurança

O projeto do ClityClass privilegia conforto, dirigibilidade e segurança, fatores prioritários num veículo de transporte de passageiros. Para começar, ele oferece ao motorista uma posição ergonômica exemplar e ele detém o controle total da entrada e saída dos passageiros. Por dentro, o CityClass ganhou mais qualidade no acabamento. O novo painel é moderno e prioriza a facilidade de acesso a todos os instrumentos. Com display analógico/digital e de formato envolvente, traz informações importantes como a luz de alerta para o desgaste das pastilhas. “São novidades que melhoraram as condições de trabalho ao motorista, ponto importante porque significa também maior segurança aos passageiros”, afirma Motta.

Outra vantagem está na condução. O novo Iveco CityClass propicia grande visibilidade ao condutor e dirigibilidade acima da média em comparação aos seus concorrentes, seja em ruas estreitas ou no trânsito das grandes cidades, pois seu raio de giro reduzido proporciona aos motoristas manobras em pequenos espaços, ideal para essa categoria. O novo micro-ônibus da Iveco possui comprimento máximo de 6.840 mm e distância entre eixos de 3.750 mm.

“Uma virtude de destaque no novo CityClass está na sua altura interna, que mede 1,85 metros. Dessa forma, os passageiros podem se locomover com segurança e comodidade no interior do veículo”, explica Marcello Motta.

O novo micro-ônibus da Iveco prevê também bagageiros em formato de tubos vazados, localizados na parte superior das poltronas. O amplo interior permite a instalação de assentos em filas duplas ou triplas, sendo que pode ser especificado o espaço para colocação de cadeiras exclusivas aos portadores de necessidades especiais na primeira fila. O piso de alumínio xadrez, de fácil limpeza, tem acabamento antiderrapante e garante segurança aos ocupantes na entrada ou saída do veículo.

Visite o site da Iveco no Brasil: www.iveco.com.br.

Fonte: Assessoria Iveco Latin America.

2 comentários sobre “Iveco da início à entrada do CityClass no segmento de ônibus”


  • rogerio disse:

    Trabalho em uma prefeitura do norte do parana como motorista e posso garantir que esses veiculos iveco são fora de serie , a nossa prefeitura recebeu um city class do governo do pr , e um excelente micro onibus e acima de tudo traz conforto para o motorista , o que não ocorreu com os outros veiculos que recebemos do governo (outra marca já consolidada porem deixou a desejar) estes deixaram muito a desejar , o ivequinho como o chamamos carinhosamente é muito superior .Se um dia eu for adiquirir um veiculo micro para trabalhar com escolar não vou pensar duas vezes , será um iveco .

  • lazaro disse:

    gostei das informação porem queria saber o consumo de combustevíel CITY CLASS 70 C 16 quantos Kilometros por Litros quanto seria a média obrigado .

Deixe seu comentário!