buscar
sexta-feira, 15 de janeiro de 2010 - 11h09 - por José Geraldo Barbosa

Há um dia marcado para morrer? Existe destino?


Alterar tamanho da fonte  Aumentar tamanho da fonte Diminuir tamanho da fonte Redefinir tamanho da fonte

José Geraldo Barbosa Soares* por José Geraldo Soares Barbosa
Acesse jornalismoereflexao.blogspot.com

A morte é a única coisa certa para todos. Acompanhamos com grande repercussão na mídia e com muita dor no coração o sofrimento em decorrência do terremoto de 7 graus de magnitude no Haiti, ocorrido no último dia 12 de janeiro, que matou milhares de pessoas, entre eles a médica pediatra e fundadora da Pastoral da Criança, Zilda Arns. Mal havíamos acabado de acompanhar a tragédia ocorrida na madrugada de 1º de janeiro em Angra dos Reis – RJ, quando um deslizamento de terra matou mais de 40 pessoas, e imprensa encontra-se envolvida em mais uma cobertura, desta feita, de caráter mundial e que traz grande comoção mundial. E ainda estamos no começo do ano. A tendência é termos vários problemas nesta ordem, em função do chamado aquecimento global e problemas ambientais, que tem provocado grandes desequilíbrios na natureza e resultando em muitas catástrofes, infelizmente.

Aproveito esses fatos midiáticos, para fazer uma reflexão. Confesso que sempre fiquei intrigado com uma coisa: constantemente ouço alguém dizer que tal pessoa morreu porque chegou a sua hora. Será que isso é verdade? Devemos acreditar nisso mesmo? Existe dia e hora para morrer? De tanto que já ouvi essa afirmação, penso que, se fizermos uma enquete, constataremos que muitas e muitas pessoas acreditam nisso. É normal ouvirmos alguém dizendo isso: “fulano ou cicrano morreu porque chegou a hora”. Mas, será que não há uma parcela de culpa do ser humano em diversas situações que acompanhamos no dia a dia dos acontecimentos?

Diante dessa realidade, sempre tive uma inquietação de escrever um pouco sobre essa questão determinada, dentro do inexorável fato da morte (em grego: tànathos). Se existe um dia marcado para morrer, como afirma o chamado senso comum, quem o determinou? Os cristãos responderiam que é Deus quem prescreveu o destino e a hora final de cada um. Como ficaria a questão para as pessoas de outras confissões religiosas? E os que não acreditam em Deus? Para os que acreditam em Deus, se há uma pré-determinação do destino, hora e dia final para cada um, onde é que fica o pressuposto da liberdade humana, que é dada a cada ser humano para a vivência de sua vida com autonomia. Alguém poderia questionar: mas diante de tantas injustiças por aí, será que há autonomia? Isso é outra questão que merece uma reflexão sociológica, mas que não tem haver com nossa discussão em pauta.

O que propomos questionar aqui é sobre o destino e a morte. Creio que a resposta poderá ser dada por cada um em particular. Estou apenas levantando a poeira debaixo do tapete. Outra questão que coloco é a seguinte: se há um dia marcado para morrer, determinado por Deus ou outro ser superior, em vez da Justiça prender este ou aquele, não deveria dar um troféu para o assassino que mata sem dó ou piedade? Porque se há esse dia marcado, ele não estaria sendo apenas um instrumento de aplicação daquilo que foi determinado? Não é um caso a se pensar? E as pessoas que se suicidam? Não se trata de uma decisão autônoma ou desespero ou distúrbio psicológico ou até mesmo outra coisa?

Relembramos o triste caso da criança Isabella de Oliveira Nardoni, de cinco anos de idade, que foi jogada do apartamento de seu pai localizado, no sexto andar do Edifício London, no distrito da Vila Guilherme, em São Paulo, na noite do dia 29 de março de 2008. O caso gerou grande repercussão nacional e, em função das evidências deixadas no local do crime, Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da criança, atualmente são réus de ação penal e respondem por homicídio doloso triplamente qualificado. Para aqueles que acreditam que existe um dia marcado para morrer, será que seria este o destino determinado por Deus ou outro ser superior, para uma criança de 5 anos, linda e totalmente inocente? Que Deus seria este, não é mesmo!

Portanto, concluo nossa reflexão retomando a questão: existe realmente um dia marcado para morrer? Colocando de lado as questões sociais que nos oprimem e sufocam nosso bem estar, o destino de cada um está pré-determinado ou somos nós os protagonistas de nosso próprio destino? Seriamos meros robôs programados pelo Criador? Creio que basta pensar um pouco para obter uma resposta plausível.

* José Geraldo Soares Barbosa é jornalista, formado também em Filosofia pela PUC-MG e Teologia pelo Seminário Provincial do Coração Eucarístico de Jesus, de Belo Horizonte-MG.

9 comentários sobre “Há um dia marcado para morrer? Existe destino?”


  • José Geraldo da Silva Moraes disse:

    Tudo o que sei é que muitos antecipam o seu fim, de diversas maneiras tais como: direção perigosa, drogas, envolvimentos ilicitos, alimentação incorreta, alcool, trabalho exagerado, falta de repouso, não nos esqueçamos que aquilo que hoje estamos semeando haveremos de colher, isto é certo.

    Reflita-se em: Hebreus 9.27 E, assim como aos homens está ordenado morrerem uma só vez, vindo, depois disto, o juízo,

    Um grande abraço.

  • Ana Maria disse:

    Acredito que vim de Deus e voltarei para Deus, dia e horas so Deus sabe, a nossa existencia é um grande misterio.

  • vera disse:

    ACHO REALMENTE Q SOMOS GUIADOS PELO DESTINO ONDE ESSE E COMANDADO POR DEUS DESDE QUANDO NASCEMOS CRESCEMOS E MORREMOS POIS ELE VESTE ATE OS LIRIOS DOS CAMPOS E DA COMIDA AS AVES AOS NOSSOS OLHOS MESMO Q NAO QUEIRAMOS ENXERGAR , E QUANTAS VEZES FAZEMOS UMA VIAGEM PARA DISTRACAO MAS QUANDO CHEGAMOS LA ACONTECE TUDO DE ERRADO MAS ISSO E POR Q NAO SOMOS NOS Q DECIDIMOS E SIM O DESTINO GUIADO POR DEUS ELE JA DETERMINOU NOSSA TRAJETORIA SO TEMOS Q GOSTAR OU NAO E NOS ACOSTUMAR COM A VIDA Q LEVAMOS SEJA ELA TRISTE OU ALEGRE E E POR ISSO Q TEMOS Q ORAR PARA AGRADECER MOMENTOS BONS E PARA PEDIR Q OS MOMENTOS RUINS SEJAM DELETADOS DE NOSSA VIDA POIS DEUS E AUTOR DA VIDA E DO NOSSO DESTINO E ELE QUEM DECIDE E SE TIVERMOS ESSA CONCIENCIA PODEREMOS TER UM DESTINO MELHOR , POIS AQUELE Q NAO PEDE NAO GANHA , EM CONTRAPARTIDA O Q BUSCA ENCONTRA E AO Q BATE SE ABRE, ISSO NOS REFERIMOS A DEUS E CLARO ELE DECIDIRA!!!

  • Leonardo Pereira Vieira disse:

    O meu amigo José Geraldo Soares Barbosa falou algumas coisas que faz sentido. Mas deixou de sitar fatos importantes de pessoas que estiveram na beira da morte e hoje estão aqui para contar a história.
    As vezes não sei em quer devo acreditar. Na ciência ? Religião ? o no fim do mundo?
    Só sei que essa vida que vivemos é cheia de mistério. Gostaria tabém de acrecentar outro fato que ele não falou…
    A questão é se você pedi a deus muito de coração uma coisa ele te dar. Sejá uma casa, carro, até um grande amor. Mas se eu pedir para viver eternamente aqui na terra vivo, será se posso? e porque não?.

  • max muryel barbosa disse:

    tambem nao acredito nessa tese que existe um dia marcado pra morrer somos responssavei pelos nossos atos,ja perdii muitos amigos e fico inconformado com isso pois era jovens cheio de vida so que causaram sua propria morte ou outros causarao isso,a respeito do destino ce focemos robôs adao e eva nao teria pecado,deus fez eles perfeitos mais assim mesmo com direitos de escolha quando morremos talvez nao por nossa culpa talvez acidentes forças da natureza,doenças ou ate mesmo inocente total como uma bala perdida nao pensso q a vida seja injusta nao mais sim o sistema que vivemos eles sim e injustoo!quem leu obrigadoo pelo seu tempo e so minha opniao nao quero entrar em contradiçao com niguen !felicidades……..

  • ANTONIO ALEXARME PAIXÃO DA SILVA disse:

    EM SUMA, NÃO ACREDITO QUE TENHAMOS O DIA CERTO PARA MORRER. POIS, TERÍAMOS QUE REVER MUITOS CONCEITOS, RELIGIOSOS E SOCIAIS. O QUE FALAR DOS ASSASSINATOS E DOS SUICÍDIOS?
    SERÁ QUE AQUELES MILHÕES DE JUDEUS MORTOS PELOS NAZISTAS CORCORDARIAM COM ESSA TESE?
    SE A SINA E/OU DESTINO ESTÁ ESCRITO, ENTÃO HITLER FOI APENAS UM INSTRUMENTO USADO A FAVOR DESSA FORÇA MAIOR. VISTO POR ESTE PRISMA, HITLER É UM HERÓI, FATO QUE DESAGRADARIA A MAIORIA DOS SERES HUMANOS…

  • ANTONIO ALEXARME PAIXÃO DA SILVA disse:

    E O LIVRE ARBÍTRIO??? SE NOSSO DESTINO ESTÁ TRAÇADO, LOGO ESSA PRERROGATIVA PERDE SUA VALIDADE. SE DEUS DEU AO HOMEM A ALTERNATIVA DA ESCOLHA E DA RESPONSABILIDADE POR NOSSOS ATOS, NÃO FAZ SENTIDO A PREDESTINAÇÃO. OU SOMOS GUIADOS POR ESSA FORÇA DO DESTINO, OU SOMOS LIVRES PARA ASSUMIR NOSSAS ESCOLHAS.

  • dirce disse:

    acho realmente que podemos fugir da morte,nao para sempre mas em alguns casos.mas e certo que na biblia sagrada diz para tudo a um tempo determinado por Deus dia de nascer e dia de morer.eclesiastes.cap-3 e tambem o livro sagrado diz que nao cai uma folha de uma arvore se deus nao permitir. entao fica a questao acreditar ou nao na biblia sagrada? eu acredito. e so Deus sabe o porque de tudo .acredito que nosso destino e so Deus que sabe.

  • Bom segundo conclusões dos meus pençamentos eu acho essa historia de cada ser humano ter hora e dia pra morrer pura balela, isso são conclusões das pessoas do mundo pessoas que ñ tem o canhesimento da palavra de Deus ai procuram os seus proprios meios de entender as coisas da vida tais como (” fulano morreu pq chegou a sua hora ou pq sua missão aqui na terra acabou, ou até mesmo falam que a voz do povo é a voz de Deus, como pode a voz do povo ser a voz de Deus se o povo condenou Cristo na cruz do calvario”)

    Se temos hora e dia pra morrer então tbem temos dia e hora pra nascer, pq nem eu nem vc pedimos pra vim pra esse mundo, isso foi determinado pela consiencia dos nossos pais ñ pq Deus determinou a nossa hora de nascer e morrer, eu mesmo ñ acredito em hora de morrer e nem de nascer.

    Pq onde ficaria o livre arbitrio??? Se relmente fosse verdade ñ teria graça o ser humano nascer pq se casa movimento que eu fizer tiver predestinado a vida ñ teria graça, o que eu acredito é que somos nós quem fazemos o nosso destino pq ñ existe destino, o unico destino certo é que vamos morrer mas ñ que tenha hora.

    Levando pro lado biblico evangelico, o destino da humanidade foi traçado deis de quando adão e eva profanaram as ordens de Deus no jardim do edem dali foi consumado o destino da humanidade (” o salario do pecado é a morte”) a biblia ñ fala em momento algum que temos hora pra nascer nem morrer, no livro do apocalips tbem fala sobre os ultimos momentos da humanidade onde aconteserão muitos eventos catrastofico até a vinda do filho do homem Jesus.

Deixe seu comentário!