buscar
terça-feira, 27 de novembro de 2007 - 09h50 - da Redação

Programa Alfabetização no Tempo Certo


Alterar tamanho da fonte  Aumentar tamanho da fonte Diminuir tamanho da fonte Redefinir tamanho da fonte

Educação recruta profissionais com experiência em alfabetização.

As inscrições para os educadores interessados em trabalhar com o Programa de Intervenção Pedagógica – Alfabetização no Tempo Certo nas Superintendências Regionais de Ensino (SRE) estão abertas e podem ser feitas pelo site da Secretaria de Estado de Educação (www.educacao.mg.gov.br) até o dia 7 de dezembro. Os candidatos devem ser profissionais com formação em pedagogia ou outra licenciatura com experiência em projetos educacionais, além de possuírem experiência em alfabetização, orientação pedagógica para os anos iniciais, direção de escola ou inspeção escolar. O principal objetivo do programa é de que até o fim de 2010 toda criança esteja lendo e escrevendo até os oito anos de idade. O processo seletivo será realizado nas próprias SRE com avaliação curricular e entrevistas contendo estudos de caso.

A contratação desses educadores é temporária para fortalecer a equipe de profissionais do Estado e exclusiva para a implementação do programa de reforço nas escolas onde os alunos não apresentam bons resultados.

O programa e seus principais objetivos

O programa foi iniciado pela Secretaria de Educação de Minas Gerais em 2007 e abrange o Estado inteiro. São aproximadamente 370 mil crianças de 6 a 8 anos nas mais de 2.600 escolas estaduais de ensino fundamental em Minas. A equipe do programa terá cerca de 7 mil professores, 900 especialistas pedagógicos e mais de 1,2 mil analistas educacionais.

O foco principal do programa envolve cerca de mil escolas de ensino fundamental, chamadas de escolas estratégicas. Essas instituições concentram os alunos com desempenhos baixo e intermediário no Programa de Avaliação da Alfabetização (Proalfa), que será o principal indicador utilizado para avaliar a evolução dos alunos. As metas de desempenho serão baseadas no Proalfa e definidas para todas as escolas do Estado.

O Proalfa é realizado anualmente pela Secretaria de Educação de Minas Gerais, com a participação do Centro de Alfabetização, Leitura e Escrita (Ceale) da UFMG e do Centro de Políticas Públicas e Avaliação da Educação (Caed), da Universidade Federal de Juiz de Fora.

A meta do Programa de Intervenção Pedagógica é aumentar significativamente o número de alunos no intervalo de desempenho superior do exame, o Recomendável. Crianças com desempenho classificado neste intervalo lêem frases e pequenos textos e começam a desenvolver habilidades de identificação do gênero, do assunto e da finalidade de textos. Também é objetivo principal do Programa a eliminação do baixo desempenho.

Em 2008, as principais iniciativas pedagógicas serão: implementação de material detalhado para servir de guia para professores, especialistas, diretores e equipes central e regional em todo o estado, e disseminação das melhores práticas e transferência das experiências de sucesso entre as escolas do Estado.

Secretaria de Estado de Educação
Assessoria de Comunicação Social

Deixe seu comentário!