buscar
terça-feira, 4 de agosto de 2009 - 12h02 - da Redação

O que fazer quando o filho não quer ir à aula


Alterar tamanho da fonte  Aumentar tamanho da fonte Diminuir tamanho da fonte Redefinir tamanho da fonte

Opinião: Pais devem evitar dar sermão em criança que não quer voltar à aula.

É natural que os mais novos demorem mais para se adaptar à escola.

Às vezes, mal entendido com professor ou colega pode tê-los fragilizado.

As férias estão no final. Algumas escolas pensam em prolongá-las devido à nova gripe. Mas, de qualquer maneira, fim de julho, início de agosto, a criançada já está se preparando para voltar a estudar. Pouco a pouco a rotina vai tomando sua forma.

Apesar de as crianças gostarem muito desse período de descanso e reclamarem do seu final, sentem falta do dia a dia na escola, principalmente de seus colegas, pois nem sempre eles mantêm o contato.

Brincar o tempo todo e não ter nada o que fazer também acaba incomodando se isso perdura. Assim, vão sentindo a necessidade de voltar aos seus afazeres.

Porém, algumas crianças são mais resistentes e não querem voltar para a escola. Esse comportamento é observado nas mais novinhas, embora não seja exclusividade delas.

Às vezes, pode ser apenas um momento de desânimo, uma certa preguiça. E é bom os pais ficarem atentos. Mesmo percebendo isso de antemão, devem dar chance para a criança se expressar sobre o porquê de não querer voltar.

escolaa_webOuvindo-a, poderão perceber se realmente é má vontade ou não. Se for esse o caso, ninguém precisa fazer estardalhaço. Afinal, quem nunca teve uma certa preguiça um dia?! Considerar o que falou, validando o que disse, ajuda a criança a se sentir compreendida e a pensar sobre o assunto. Porém, quem dará a palavra final serão os pais: ela tem um compromisso com a escola, professores e colegas e retornará, sim, ao colégio.

Nada de discursos muito prolongados sobre futuro, profissão e mercado de trabalho. Com os pequenos, o melhor é tratar das coisas num tempo mais próximo. Para eles, o momento de serem profissionais, por exemplo, está muito distante, não tendo problema algum em ficarem sem essa obrigação por um período.

Nem todos que resistem o fazem por preferirem ficar descansando mais um pouco. Têm aqueles que estão com real dificuldade de voltar à escola. São esses que costumam dar um certo trabalho no pós-férias. E cada caso deve ser olhado com atenção.

No início da escolarização é natural que as crianças demorem para se adaptar ao novo ambiente. Para elas deixarem suas casas é muito sofrido. É como se fosse uma ameaça de abandono. À medida que crescem, que sentem a segurança de que mamãe e papai irão buscá-las, as coisas se tornam mais fáceis e elas ficam bem.

Tem criança que, mesmo já há algum tempo na escola, apresenta ainda esse comportamento resistente por não ter elaborado bem essa separação. Pode estar acontecendo algo diferente: a culpa e o incômodo que os pais sentem por deixá-la numa instituição educacional, como se a tivessem abandonando, interferindo em sua adaptação -o que temos feito cada vez mais cedo.

Crianças em geral gostam da escola. Sentem prazer em aprender, brincar e estar com outros de sua idade. Os pais têm que estar mais seguros de suas ações. Os filhos precisam disso. É necessário assegurá-los de que tudo ficará bem, que enquanto os pais trabalham, eles estarão na escola, e depois todos ficarão juntos -bem como valorizar os estudos no seu lado prazeroso. Contar de seus trabalhos e fazer perguntas sobre o dia deles é um modo de trazer o colégio para dentro de casa e participar dele.
Agressividade

Outros, porém, de repente não querem ir. Expressam sua vontade com muita certeza e até agressividade. Muitas coisas podem estar ocorrendo com essa criança. Às vezes, são coisas bem claras, como a morte de alguém ou a separação dos pais. Se não for esse o caso e a criança não disser o que a aflige, é bom conversar com a escola e ver como foram as coisas no final do semestre anterior. Algum mal entendido com um professor ou colega pode tê-la deixado fragilizada.

Se a questão for identificada, uma boa conversa e compreensão do que está acontecendo, do seu sofrimento, poderá ajudá-la muito. Nada de obrigá-la ou levá-la arrastada à escola. Caso as coisas não sejam claras, a ajuda de um profissional, que pode ser alguém da própria instituição e que ela tenha confiança, ou um psicólogo ou psicopedágogo, poderá ser útil.

É importante que os filhos, nas mais diversas situações, sintam que seus pais estão ao seu lado. Boa volta às aulas!

(Ana Cássia Maturano é psicóloga e psicopedagoga)

Fonte: G1.com

13 comentários sobre “O que fazer quando o filho não quer ir à aula”


  • Juliana disse:

    Ola,
    meu filho Pedro tem 3 anos ele vai a escola desde 1 ano…sempre chora na hora que chega mais depois passa…agora depois das ferias…eu tive que mudar de escola, pois mudemos de residencia e tive que ver uma escola mais proximo de casa…Comecei a levar ele agora depois do carnaval, mas ele nao quer ir de jeito nenhum..quando ve a camiseta da escola ja comeca a chorar…estou desesperada pois preciso trabalhar e as na maioria das vezes levo ele a forca…mas sem bater e claro…vai chorando e ele e muito nervoso…me de uma sugestao por favor.

  • Molide disse:

    Ola Alessandra, tenho opiniao a respeito de sua filha. Se as dores tiveram inicio na escola onde tem amigos e colagas deve estar com vergonha e/ou ela deve ter consumido algo que saiu da escola. Converse com ela e muda de escola. Essa minha opiniao

  • sheila disse:

    meu filho tem 3 anos e 5 meses e ia pra escola tranquilo, antes das férias começou a ficar muito nervoso não queria colocar a roupa da escola e não quis mais ir,diziz que prof brigava com ele,conversei com ela ela negou.
    Bem retirei da escola,mas não sei se coloco nesse ano.

  • Alessandra disse:

    Tenho uma filha de 8 anos e há 2 meses não vai para a escola fiz de tudo e nada convencia ela,teve dores de estomago,dor de cabeça,ansia de vômito,dor de garganta,tinha que buscá-la no meio da aula , levei no médico e não tinha nada.Hoje estar fazendo acompanhamento com psicóloga e tem 1 mes mas continua sem querer ir para a escola.Já até deixei praticamente a força em prantos na escola.Mas como mãe pra me tem sido complicado nem se quer consigo sair de casa para tentar levá la para escola, antes de sair ela começa há chorar. Me ajude já tentei de tudo

  • Claudia disse:

    Boa tarde! meu filho tem 6 anos e sempre se recusou a ir para escola, não fez o pré e foi direto para 1ºano.
    Todos os dias é um sacrifício para tirar ele de casa, primeiro ele reclamou que a aula demorava muito então eu pego ele mais cedo(adaptação)agora ele reclama de ficar na sala de aula,não gosta de fazer lição só se interessa na aula de educação física.Meu marido não aceita que ele vá para escola forçado,filho único super mimado pelo pai!
    obrigada pela atenção preciso muito de um conselho pois ele está faltando muito na escola.

  • luana disse:

    minha filha tem 5 anos e meio e está no 1o ano e eu sempre fiquei com ela , mas quando tinha 3 anos comecei a trabalhar e coloquei ela na escola, ela sempre gostou e eu so trabalhava a tarde na hora da escolinha dela. so q esse ano estou trabalhando de manhã e estou grávida e ela nao quer ir pra escola mais, diz q quer ficar em casa comigo e com o nenem. o q eu faço?

  • SUELI SANTOS disse:

    OLA …MINHA FILHA NAO QUER IR A ESC0LA ESTOU MUITO PREOCUPADA ;POIS A CADA DIA ELA INVINTA UMA HISTIRIA NO ANO PASSADO EU QUE O LEVAVA A AULA MAS ESSE ANO DEVIDO MEU HORARIO DE TRABALHO .NAO DAR CERTO ENTAO ELA SEMPRE TEVE VONTADE DE IR DE VAM ESCOLAR P/ ESCOLA ENTAO CONTRATEI,NOS PRIMEIROS DIAS FOI UMA BELEZA TUDO ERA FESTA;MAS AGORA NAO QUER IR A ESCOLA NEM IR NA VAM EU NAO SEI MAS O QUE FAZER POR FAVOR ME SOCORE…..ELA TEM 6 ANOS ,SEMPRE FOI A ESCOLA O DIA TODO 9FOI A CRECHE O DIA TODO EU ESTOU DESESPERADA……..

  • Rosineide disse:

    Boa noite,estou bastante preocupada, pois minha de 4 anos e 11 meses tem dito q não quer ir para escola,nao quer copiar a agenda,nao quer fazer a tarefa e que aprofessora é chata,muitoa chata e reclama muito com os coleguinhas. o que fazer então,me oriente por favor!!!

  • ana paula disse:

    Boa tarde!!

    minha filha tem 3 anos e 7 meses e não quer ir de forma alguma p/ escola, ano passado ela estudou normalmente, mas esse ano foi poucas vezes. Ela dis que não quer ir mais a escola. o que posso fazer pra reverter isso?

  • Cátia disse:

    meu filho tem 8 anos e não quer mais ir a escola , já mudei de escola e nada adiantou , estou ficando preocupada , pois ele já está no 3 ano e não consegue se adaptar em nenhum lugar , o que faço?

  • cristiane dos santos disse:

    meu filho nao quer ir para a escola, porque disse que demora muito o tempo que ele fica na escola, e so quer ficar em casa assistindo tv . o que devo fazer?

  • Metropoli disse:

    Olá Patricia!
    É possível que tenha alguma relação entre a recusa do seu filho em ir à escola e a chegada de um novo irmão. É preciso que você note se existem outras mudanças no comportamento dele e, o ideal é que você procure uma ajuda especializada, como a pedagoga da escola onde ele estuda ou um psicólogo.
    Agradecemos o contato.
    Att.,
    A Redação.

  • Patricia disse:

    OLA! meu filho sempre adorou o colegio, mas agora no final do ano ele não quer ir mas, estou gravida de seis meses isso pode ter alguma relação? Ajude-me por favor estou desesperada!!!!!
    abraços Patty

Deixe seu comentário!